2007-07-15

Vamos votar para a C.M. Lisboa

Ia passar um fim-de-semana fora, mas acabei por optar por ficar em casa, indo somente visitar familiares nos arredores da capital, pois amanhã á eleições autárquicas para Lisboa
Assim queria deixar um aviso e um pedido se isso é possível (informo desde já que não sou filiado em qualquer partido, nem represento qualquer candidatura, e nem aqui apresentaria qualquer tendência), mas somente como cidadão, e ainda acreditando na democracia, para que todos os alfacinhas e outros residentes em Lisboa não faltem ás urnas durante o dia de amanhã.
Votar para a Câmara Municipal de Lisboa é um gesto de cidadania
Votar ainda é um dos direitos que temos e que os políticos não rejeitam.
Votar, não importa em quem ou em ninguém
Votar é um direito que nos assiste, numa candidatura, em pessoa, no partido da nossa simpatia, em branco, traçado, com palavras de descontentamento, mas com cortesia ou nem que seja para os mandar á ….
O voto é a uma das armas legais do povo, e quem viveu sem esse direito durante algum tempo, ainda dá mais valor.
nota: Agora reparei, hoje já é domingo dia 15, logo eleições.

14 comentários:

  1. Pá, não vou votar.

    Mas ... tb não resido em Lisboa :)

    ResponderEliminar
  2. Não vou votar, porque não resido em Lisboa, mas de qualquer modo, e pelo que ouvi e li, se lá estivesse votava em branco como já vem sendo hábito.
    Cada vez acredito menos nestes protagonistas da política nacional.
    Cumps

    ResponderEliminar
  3. C Valente,
    Vejo pelos dois comentários acima que o descrédito nos políticos é mundial, acontece aqui no Brasil, em Portugal.. Mas ô classe difícil,
    antes de assumirem o poder tudo prometem, depois, esquecem e se preocupam apenas em encher o próprio bolso. No Brasil a corrupção rola solto. É muito triste de assistir tudo isso.

    Eu e Flavia lhe desejamos um bom domingo.

    ResponderEliminar
  4. Boa noite C. Valente!
    É a 1ª vez que passo por aqui através da Recalcitrante e quero dizer-lhe que não posso estar mais de acordo com o que escreve neste post. Eu não voto em Lisboa porque moro em Oeiras mas é evidente que a Cidade não me deixa indiferente pelo facto de viver tão perto dela.
    Eu não consigo perceber as pessoas que não votam e depois se dão ao "luxo" de criticar.
    Abraço

    ResponderEliminar
  5. C Valente,
    Voltei para lhe dizer uma coisa.
    Vi que você deixou um comentário no blog Fragmentos. Por acaso você chegou lá através de meu blog? Tomara que seja porque gosto muito da dona daquele blog. Ela é produtora do Jornal da Record,da Televisão Record e um dia girando pela Internet ela descobriu o blog de Flavia. Aí ela fez um contato comigo e me propos fazer uma matéria para o Jornal. Aceitei no ato. A reportagem, escrita em sua íntegra em um posto do blog de Flavia, foi realizada e levada ao ar, com muito profissionalismo e com um excelente contéudo.Abordaram a lentidão do sistema judicial no Brasil, tendo o caso de Flavia como exemplo. Fiquei muito agradecida à ela por isso, porque foi uma forma de dar visibilidade ao caso de Flavia. Estou torcendo para que novas reportagens aconteçam em outras emissoras de TV ou qualquer outra midia.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  6. Vim te agradecer pela visita e aproveito para te desejar um bom domingo de eleições. Acima de tudo e sem que deixemos de exercer o direito do voto, há também que estarmos atentos a quem nosso voto elegerá e essa é uma responsabilidade de cada eleitor e fundamentalmente para não haver depois, do que reclamar!!! Quem não sabe votar, acaba mesmo por se penitenciar e o mestre dessa penitência nessa atual conjuntura, é esse velho e bondoso Brasil, que a tudo suporta...

    Gosto do cão do selinho...
    Beijo de bom domingo e volte sempre que sentires vontade!!!

    Cris

    ResponderEliminar
  7. Eu também estou fora de Lisboa...
    Mas bastante interessada no resultado desta votação, já que um bom puxão de orelhas aos partidos lhes faria um bem enorme...
    Boa votação!
    Reconheço que é um dever...mas cada vez apetece mais mandá-los...à fava!
    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Também acho que todos os cidadãos devem votar, nem que seja em Branco.
    Há pouco tempo falei com um casal inglês que visitou Lisboa e ficaram encantados. Disseram que Lisboa é "maravilhosa".
    Este devia ser o mote geral dos Candidatos.
    Não vou votar em Lisboa, mas a minha aposta vai para a Abstenção.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  9. Antes, também acreditava no valor supremo das eleições democráticas. Hoje, devo dizer que, embora acredite ainda no princípio, abomino a prática. Se fosse alfacinha não votava, abstinha-me!
    Evito assim participar na farsa das eleições de tipo neoliberal, capitalista.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  10. Obrigada pela visita
    Aquele abracinho!

    BIA

    ResponderEliminar
  11. Já ganhou o Dr António Costa, tal como previsto.... nas sondagens.Mas quem ganhou foi a abstenção...

    Enfim, esperando que isto melhore. Convocar eleições com o anterior presidente a ficar em segundo lugar... dá que pensar!

    Um abraço

    Mário Relvas

    ResponderEliminar
  12. Já vi jogos de futebol com assistências bem superiores ao número de votos obtido pelo candidato que ficou em primeiro.
    Num universo de cerca de 525 mil eleitores ter consegido cerca de 58 mil votos (+ ó - 11%) mostra bem o que representaram estas eleições para os lisboetas.
    Mais de 320 mil eleitores estiveram-se marimbando.
    Foi tão pobre a vitória que Júdice, Coelho & Companhia, tiveram que inventar que o PS teve a maior vitória dos últimos 31 anos.
    Claro, foi uma gargalhada geral.
    Até Sampaio se riu com a anedota.

    ResponderEliminar
  13. Pois é.
    Há gajos que não têm noção do ridículo.
    Não têm noção do ridículo... mas têm a barriga cheia e o papo inchado de vento.

    ResponderEliminar
  14. Vai vencer... o absentismo

    ResponderEliminar