2007-08-01

Homem - Um dia de trabalho

Foto do autor: C Valente, Exposição carros antigos- Pádua

Desperto ao toque de uma música,
Custa-me imenso a levantar.
Fazer a barba, tomar banho.
Mulherzinha faz o café.
Outro dia, outra luta
E ando nesta labuta,
Toda a semana sem parar.
Trabalho, emprego, prisão,
Lá tenho de aturar o patrão.
O fim de semana não chega,
As férias tardam a chegar,
Ligo o computador, a máquina de calcular
São somas, subtracções, multiplicações
Medições, maiores-valias, aquisições.
Cartas, consultas, ofertas, analisar,
Reuniões, preços resultados, definições.
O tempo por vezes lento,
Outras vezes rápido de mais.
Projectos a finalizar, proposta a enviar,
São dezoito horas, chegou ao fim,
Mais um dia de trabalho.
O trânsito está uma lástima,
Não á meio de desemburrar,
Por este andar, estou frito,
Nunca mais vou chegar.
Finalmente a casa cheguei.

15 comentários:

  1. uma rotina desgastante.

    obrigado pela visita.

    ResponderEliminar
  2. Se fizermos uma folha de Excel para comparar esse dia com o da mulher, ainda havia uma revolução...

    ResponderEliminar
  3. É dia de fanfarra e eu não posso me atrasar
    se digo que não vou
    a banda vem pra me buscar
    Sem outra solução
    eu pego o bombardão
    e vou tocar na banda da ilusão

    A fanfarra é o trabalho e a banda da ilusão é a vida!

    beijos

    ResponderEliminar
  4. C Valente, vim visitar o seu blog e mesmo estando sózinha, desatei a rir! E porque ? na sequência do meu comentário de ontem em que me senti triste porque disse uma grande verdade, hoje o seu texto continua a ser uma realidade, da vida de muitos HOMENS, mas o seu sentido de humor é genial. Escrever um seguido de outro é de mestre.
    Espero sinceramente, meu amigo que continue assim por muitos e longos anos. Beijinhos com muito carinho.

    Fernanda

    ResponderEliminar
  5. hoje foi só dar à chavinha que a máquina começou logo a funcionar e até voltou mais cedo para casa, depois da "seca de ontem" - está-lhe a palpitar q vai ter uns diazitos de descanso tendo em conta que a dona vai para outras bandas ...

    um abraço

    ResponderEliminar
  6. Logo agora que acabaram as férias, venho aqui ver o que me espera amanhã. É isso e ainda mais, pois há umas melgas que temos de aturar, valha-nos o facto dos maiorais já estarem de abalada para férias, logo agora que não fazem falta nenhuma...
    Valha-nos esta inspiração
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Muita inspiração para poemar um dia de trabalho masculino!!!!!
    Atá estou com a cabeça à roda com tanto cálculo!!!!
    Lá pelo meu sítio está tudo mais calmo...Férias!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Está bonito e engraçado!
    Beijocas

    ResponderEliminar
  9. Até fiquei cansada, no fim do poema. :) Ninguém aguenta um dia assim. **

    ResponderEliminar
  10. Oração da serenidade

    "Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para distinguir umas das outras. "

    Os que olhamos sem os vermos, os que vemos a padecer sem nada fazermos e dizermos. Os que vemos em sofrimento nas televisões, mas também nas nossas cidades, vilas e aldeias. Os que por vezes nos caluniam, nos perseguem.

    Dai-nos forças, Senhor, para ter a capacidade de olhar e ver o nosso próximo. De aceitar a adversidade, de cabeça erguida. De ajudar quem precisa. De pedir ajuda quando necessário.

    Dai-nos, Senhor, a capacidade da humildade e da preserverança.

    Dai-nos, Senhor, humildemente, a serenidade de amarmos o próximo.

    ResponderEliminar
  11. gostei mais do outro -da mulher
    Está mais próximo de mim talvez.

    ResponderEliminar
  12. Que bom que você já chegou em casa.
    Desfrute então do descanso de sua casa e da companhia da esposa, da família. Nossa casa é nosso castelo é onde nos refugiamos da agressividade das ruas, do trânsito caótico. Nossa casa, nosso castelo.
    Te deixo um beijo.

    ResponderEliminar
  13. para mim são calculos em demasia.....


    rotina sim........


    jocas maradas

    ResponderEliminar
  14. Rotina cansa.
    Felizmente existem as férias :)

    ResponderEliminar