2007-08-07

Admirado ou ignorado

Aquele que:
Talvez gostasse de ser
Aldrabão, burlão
vigarista
Ter jeito para:
Impostor sem carácter
oportunista
Poder viver como:
Batoteiro, mentiroso
chantagista
No mundo de corruptos
Seria uma estrela
Colunável, vedeta
sensação
E porque não.
Rico, Respeitado
vencedor
Com tantas golpadas,
trapalhadas
Arranjaria um lugar certo
Condigno com a posição
Autarca, politico vereador
Deputado,
dirigente Desportivo
Administrador
ou outra profissão
Nestes não é só assim
Há gente com rectidão
Mas
Nada disto é o virtuoso
Um Comum cidadão
Não tem direito de antena
Nem é visto na televisão
Não é admirado
nem escreve livro
Não é adulado, bajulado
beijado
No calor da noite
é um papalvo
O mundo está ás avessas
Não existe moral ou rectidão
O honesto
não tem valor
O incorrupto digna posição
O trabalhador o seu pão

27 comentários:

  1. C Valente, gostei muito so seu texto.
    Realmente este mundo está ás avessas.
    Parabéns querido amigo.

    Beijinhos,

    Fernanda

    ResponderEliminar
  2. Excelente este seu texto!!!
    Parabéns!

    bj

    ResponderEliminar
  3. Que está ás avessas está.
    não podia estar mais de acordo.
    bj

    ResponderEliminar
  4. Nada mais há a acrescentar nem a retirar, "na mouche".
    Um abraço amigo

    ResponderEliminar
  5. Pois tem toda a razão. Mas que se há-de fazer, com estas pessoas amorfas?
    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Nos tempos que correm o valor maior é a falta deles, infelizmente.
    Que sociedade é esta, amigo, que vai sobrar para os nossos?
    O cenário é assustador.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. E que tal cantado em RAP...acho que ficaria o máximo ...

    Beijos
    BF

    ResponderEliminar
  8. Uma realidade triste que jamais será transformada se todos continuarem calados, no conformismo de achar que "não adianta reclamae..."
    Já que pelo menos ainda temos a liberdade de expressão....

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  9. Claro amigo valente
    No seu texto estão bem explicitados todos os requisitos que a tal ditadura de sucesso exige aos que a ela aderem, quer voluntária ou involuntariamente.
    E são cada vez mais....e mais refinados!!!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  10. O honesto tem valor sim, para si próprio e para os que o rodeiam, o
    resto?...o resto não importa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. está tudo virado do avesso, isto é sempre estve!!!

    ResponderEliminar
  12. tanta verdade encerram estas tuas palavras...


    gostei muito


    bj

    ResponderEliminar
  13. Realmente o mundo está às avessas...
    Mas que fazer?
    Acho que já não temos mãos para o deter.

    bjgrande

    ResponderEliminar
  14. Bem escrito.
    Parabéns.
    Euznha

    ResponderEliminar
  15. Valente
    No comentátio à Alice pareces zangado?
    se eu dei origem a algum sentir negativo com as minhas "brincadeeiras de palavras" fui mal entendida.
    Estou de acordo que o consumidor é manipulado, até ao âmago, pelos vendilhões.O destino das relações capitalistas de produção deu «nisto».A democracia representatativa deu "nisto".
    O cidadão comum , como dizes, está afastado, cada vez mais dos fazedores de política...
    Eu gosto das fotos , das palavras ,do mar.
    Há muito mundo para além dos políticos.Bem mais interessante.não?Como o rio Tejo e o passeio do cacilheiro.Digo eu, claro!

    ResponderEliminar
  16. Inversão de valores...?
    Talvez não. Talvez se tenham polarizado...

    Um beijo

    ResponderEliminar
  17. Amigo Valente
    Hoje, que tive um tempinho, vim para reler com mais atenção.
    Um abraço amigo

    ResponderEliminar
  18. Diz bem, meu caro! Diz bem!...

    Saudações amigas.

    ResponderEliminar
  19. Tanta verdade que se sencontra aqui o teu texto,parabéns.
    Bjs Zita

    ResponderEliminar
  20. Verdade. Uma excelente crítica social. **

    ResponderEliminar
  21. padeiradealjubarrota09/08/07, 00:29

    Verdade: quanto mais aldrabões e corruptos melhor, saiem das cadeias a rir como se nada fosse; e tudo serve para vender. Até a morte se vende nas colunas sociais. Disgusting.

    ResponderEliminar
  22. É o mundo capitalista no seu melhor.
    Primam-se os resultados e não os meios.
    C'est la vie!!! :-)

    ResponderEliminar
  23. Porque será que também eu não desdenhava colocar a minha assinatura neste poema? Já sei que a poesia não é o meu forte, mas ... que inveja que tenho de não me expressar desta maneira.
    Abraço

    ResponderEliminar
  24. outra vez c.valente... sou um e não uma... lol lol.. estou tramado consigo!

    ResponderEliminar