2007-09-05

Caminhos

Foto do autor: C Valente - Pedra e água

Por caminhos outrora percorridos
Pelos prados e campos verdejantes
Entre sombras de arvores estrondosas
Sementeiras de trigo que alimenta
Rios onde corre água cristalina
Que sacia a sede e refresca a alma
A velha ponte que determina a fronteira
Fragmentos de passado e presente vividos
Caminhando sem pressa nem destino
A nostalgia apodera-se do corpo cansado
Chegada ao fim a longa jornada percorrida
Recolhido a conjugar os pensamentos
O homem contempla a imensidão da vida
Escreve um verso de existência
Alegre é o homem, triste é o poeta

36 comentários:

  1. Acho o contrário, meu amigo:
    Alegre é o poeta, triste é o homem.
    Suas obras são de rara beleza de imagem e textos.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Que fotografia mais bonita, ilustrando tão bem o teu poema...

    ResponderEliminar
  3. O Homem tornou-se mais triste do que o poeta! É que este ainda sabe cantar o Amor! E os homens estão cada vez mais incapazes de o fazer!

    Sensibilizada por não ter esquecido 'fragmentos'!

    Saudações amigas,

    ResponderEliminar
  4. Ola C Valente,
    Parabéns pela foto e pelo bonito poema.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Caminhos percorridos por um homem Alegre.
    Gostei muito da poesia, amigo.
    A fotografia está linda, gosto muito dessas "pedrinhas".:)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Só a sensibilidade de poeta consegue juntar a beleza da poesia à linda fotografia. A vida não vai fácil e o poeta, mais pensador e analista dos meandros da existência, acaba por sentir mais tristeza do que o comum mortal que passa ao lado das coisas, apenas vendo o superficial.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. e espetacularidade deste post, como os demais deste blog, não me surpreendem já!

    muito bom!

    cp's

    ResponderEliminar
  8. CV, eu acho que sim... que mais ser o homem alegre e o poeta triste que o contrário.
    Excelente a foto. O amigo vive embalado pelas musas.

    ResponderEliminar
  9. Excelente fotografia.
    Mesmo assim,
    quem me dera ver o mundo pelos olhos de um poeta, conseguir escrever a tristeza e a minha dor...

    ResponderEliminar
  10. "...

    Escreve um verso de existência
    Alegre é o homem, triste é o poeta
    "


    achei as tuas palavras lindas.


    bjs amigos

    ResponderEliminar
  11. "Alegre é o homem,
    Triste é o poeta"

    E quanto mais triste, mais bela a sua poesia...a tua, no entanto,é sempre bonita!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  12. É C.Valente, numa só pessoa, podem haver tanta contradição...
    Homem e Poeta (tal como Mulher e Poeta) sendo um (uma) só, não são só um(uma). Podem até ser muitos, como Pessoa...
    E qaunto a mim, em casos desses, tudo é harmoniosa desarmonia!

    Abraço

    Maria Mamede

    ResponderEliminar
  13. A foto e o poema são igualmente bons. Já quanto à tristeza, essa vai minando cada vez mais os espíritos dos homens, poetas ou não. O optimismo começa a rarear por estas bandas.
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar
  14. A Poesia não tem que ser triste.

    Haverá maior nobreza que padecer de amor?

    ResponderEliminar
  15. O poeta é sempre triste...Ele canta desamores que moram em almas amarguradas...


    bjgrande

    ResponderEliminar
  16. Ainda por aqui estou apreciando a belissima foto.

    bjgrande e parabéns ao fotógrafo

    ResponderEliminar
  17. Feliz o Homem que consegue olhar a vida, quer o passado quer o presente, (toda a vida, não só a sua) com olhos contemplativos!

    Bela foto!

    Fa-

    ResponderEliminar
  18. ainda não percorri os caminhos todos da vida acho eu...tenho pedras muitas para ir retirando ao caminhar lento e cansado que a vida me vai dando.
    Me encontro na tua poesia, me perco na beleza das tuas palavras e digo feliz do homem que olha o passado e sorri para o presente
    hoje me sinto melancólica amanhã me vou sentir feliz assim é a vida o que importa é a saber viver
    te deixo mil beijos em teu coração de ouro
    Whispers

    ResponderEliminar
  19. ...mas não é o homem poeta e opoeta-homem?
    Bj.

    ResponderEliminar
  20. Belo, amigo Valente, muito belo!
    Mas, infelizmente, ainda que não pareça, são os dois. E não é por ambos representarem só um, é que são mesmo tristes. Os dois, claro.
    Parabéns, pois está mesmo a meu gosto.
    Tal qual eu penso ser.

    ResponderEliminar
  21. Muito obrigada CV.
    Tantos elogios...só podem fazer bem a um coração ternurento e ainda por cima renovado.
    Força também por aí!
    Adorei as pedrinhas...mas não faltarão as moedinhas no lago?
    Vou-lhe propôr um trabalho de pesquisa, ou se calhar até sabe,eu não sei bem!
    A quem se devem as moedinhas nos pequenos lagos, para quê e para quem?
    Um abraço

    ResponderEliminar
  22. Mas o poeta também pode ser alegre... ou não...? Sei que está convencionada a tristeza do poeta...
    Mas gostei deste teu poema, está bem escrito, tem ritmo, melodia, enfim, tem todos os condimentos necessários de um bom poema.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  23. Meu caro amigo,
    Quero crer que o fato de não conhecer "pamonha" seja apenas um problema de nomenclatura. Ainda assim, se é alguma coisa que os meus amigos partrícios não conhecem, será uma bela oportunidade de retribuir as tantas e tantas coisas úteis que tenho aprendido com vocês todos do além-mar.
    Então, estou providenciando um post especial com esse tema, que assim que estiver no ar, com o maior prazer venho aqui tratar de lhe avisar.
    "Bem Haja", como diz o Pena (Poliedro) de quem sou admirador incondicional da poesia que usa até para comentar, como também o sou da sua pessoa.
    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  24. Osc@r Luiz
    Desculpa mas o poema está correcto, o poeta é mais triste, porque vê o mundo com outros olhos, com mais sensibilidade, o homem é mais desprendido

    Maria
    Fico satisfeito por ter gostado

    Fragmentos Culturais
    Não depende da óptica pois o peta é mais sensível e tem um olhar mais critico do mundo que o rodeia, o homem torne-se mais indiferente

    Odele Souza
    Obrigado.

    Carminda Pinho
    Obrigado

    A. João Soares
    Assim é

    adrianeites
    Fico satisfeito por poder agradar, pois este meu blog também é feito a pensar nos amigos(as)

    quintino
    Os amigos me dão animo para continuar, obrigado

    Tiago R Cardoso
    Também o gostaria, pois tento escrever o que sinto

    Isabel-F.
    Achei as tuas palavras lindas.

    Baby
    Obrigado pelas palavras

    De Amor e de Terra
    As palavras que me dedicam , mais cria a responsabilidade que não sei se estarei á altura

    Zé Povinho
    Nos poemas sou mais triste, pois me obriga a ver o mundo com outros olhos

    Francis
    A Poesia tem de ser o que cada um o deseja e sente.
    Desculpa padecer de amor, não é amor. Amor é uma dádiva a dois.

    GarçaReal
    O poeta é sempre o que sente, e cada momento que vive a sua poesia
    Obrigado

    Fa menor
    Cada um vive a vida como pode e sabe.

    Whispers
    A vida é uma bênção á que a aproveitar enquanto dura, mesmo com altos e baixos
    Mateso
    Depende num homem pode haver mais que um poeta, ou é num poeta que pode haver mais que um homem.

    david santos
    Obrigado pelas palavras.

    aryana disse.
    No lago não á moedas, no poeta também não, o poeta escreve por gosto e amor, o vil metal aqui não entra (apeser de saber bem)

    Nilson Barcelli
    O poeta pode ser o que ele quiser, o importante é sentir.

    Osc@r Luiz
    Agradecido pelo seu comentário, eu sou um Lisboeta de alma e coração, adoro Lisboa a minha cidade. Já descobri que “pamonha” é um fruto e pouco mais

    ResponderEliminar
  25. O que me impressionou mais até foi a transparência da água...

    Nostalgia... da praia e das férias...


    Fica bem

    ResponderEliminar
  26. lindo poema...
    o poeta não é triste...talvez introspectivo, ou não...
    1 beijo

    ResponderEliminar
  27. Sensibilidade à flor da pele.
    Bela combinação de palavras e de foto.
    Beijinho com amizade
    E.

    ResponderEliminar
  28. E não é o Poeta um Homem? A felicidade é ele que a decide, ou que opta por a perseguir ou não.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  29. Beijinhos para o Homem, amigo ... aplausos para o poeta

    BF

    ResponderEliminar
  30. Professorinha
    Ainda bem que há algo a teu gosto

    DairHilail
    Em parte tens razão, pois a sua meditaçã o assim o obriga

    Euzinha
    Obrigado pela palavras endereçadas.

    Rafeiro Perfumado
    Tens razão, será ele ou o destino

    Papoila
    Obrigado pela palavras endereçadas, mas não mereço tanto

    ResponderEliminar
  31. Também eu envios as minhas saudações e votos dum bom fim de semana.

    Maria Mamede

    ResponderEliminar
  32. valente

    excelentte foto Bom++

    homem triste, não.

    "O amor é a alegria da presença"
    ( não me lembro do Autor mas não podia estar + de acordo.

    sa

    ResponderEliminar
  33. Quem procura ser solidário tem naturalmente a alegria interior do dever cumprido. É gratificante a procura da justiça que traz a tranquilidade e a paz interior. O poeta é triste ou porque não está em paz consigo próprio ou porque não consegue integrar-se no mundo que o rodeia. Porém, mesmo que não gostemos de tudo o que vimos e, principalmente por isso, nunca devemos desistir.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  34. vinha te ler, ver se tens algo novinho para eu comigo na minha alma levar
    Como não tens então vou só te desejar um bom fim de semana, que o sol te de um beijinho de além mar que quem mandou foi a Whispers te dar
    beijos mil
    Whispers

    ResponderEliminar
  35. Sejamos acima de tudo poetas do sentimento, da verdade, seja ela triste ou alegre!
    Somos aquilo que somos!
    Um abraço

    ResponderEliminar