2008-04-23

Noite de amor

A noite que dormi contigo
A paixão norteou o amor
O sol entrou no nosso abrigo
A invernia ficou lá fora
O brilho no olhar ilumina a escuridão
Quarto com perfume adocicado
Corpo na cama abandonado
Qual quadro renascentista
Mergulhar na ondulação do teu mar
Penetrar em teu campo verdejante
Sintonia de e gestos e gemidos
Dança e encantamentos entrelaçados
Dia e noite se fundiram no momento
Universo suspenso por instantes
Gritos de amor em uníssono
Repouso de corpos aguarda
Vida ou morte pouco importa
O reino da felicidade foi vivido

30 comentários:

  1. Que beleza de poema...
    ... ficou-me colado à pele.
    Obrigada.

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. belo momento de inspiração, muito bem.

    ResponderEliminar
  3. De uma elegante sensualidade...


    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  4. belissimo ...

    parabéns ..

    gostei imenso


    bjs

    ResponderEliminar
  5. WWW.MOTORATASDEMARTE.BLOGSPOT.COM

    ResponderEliminar
  6. amor em uníssono...belas palavras

    ResponderEliminar
  7. Amar e ser amado dá este "produto" que se chama felicidade.

    Beijinhosss

    ResponderEliminar
  8. Sensualidade numa noite de amor...que enterniza os amantes...

    Doce meu beijo

    ResponderEliminar
  9. Sentidos ... à flore da palavra.
    Lindo!
    Bj.

    ResponderEliminar
  10. Dando uma de notívaga, pois só na madrugada minha conexão fica estavel.

    Dormir noa braços do amor, é aconchegante. Bom entregar-se nesse balançar...

    Um beijo

    ResponderEliminar
  11. Óptimo tónico de ternura e vida...

    Fica bem,
    Miguel

    ResponderEliminar
  12. ainda estou um pouco zangada com "ele"!

    bom feriado, bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  13. Nada mais importa quando "o reino da felicidade foi vivido"!

    Que sempre vivas a tua felicidade.

    Obrigada por aceitares o Mimo.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  14. Passando pra te deixar um abraço e agradecer por teu comentário no blog de Isabel Filipe, com relação ao post em duo de meu texto com a linda imagem dela.

    Parabéns por teu poema.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  15. Ui, está a chegar o verão por aqui!

    Bom fim de semana prolongado

    ResponderEliminar
  16. Estimado Amigo Valente,


    Venho trazer-te um beijo de LIBERDADE, com sabor a cravo vermelho.

    Feliz 25 de Abril, amanhã e sempre!

    Maria Faia

    ResponderEliminar
  17. Um bom poema, pois.
    Nesta data de sonhos e liberdade, o meu voto de feliz fim de semana prolongado.

    ResponderEliminar
  18. Olá meu querido Amigo C Valente, um belíssimo poema... Votos de um bom fim de semana!
    Beijinhos de carinho e amizade,
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  19. CValente,

    Hoje passo para lhe deixar um cheirinho de cravos vermelhos.
    Viva a Liberdade!

    Beijos

    ResponderEliminar
  20. Venho deixar-te um rubro cravo de Abril com aroma de Liberdade.

    Mil beijinhossss

    ResponderEliminar
  21. Corpo na cama abandonado...

    Belas, mas terriveis estas noites de amor...

    ResponderEliminar
  22. Sensualidade e beleza a rodos neste magnífico poema.

    Bfs, abraço.

    ResponderEliminar
  23. Desejo-te um excelente 25 de Abril!

    Aquele abraço infernal em liberdade!

    ResponderEliminar
  24. Belo poema, amigo... como nos inspira a paixão! ;) meu abraço, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  25. Olá, estou lhe indicando ao selo

    "Blogueiros
    que sabem comentar
    ".

    Para pegar o selo e obter mais informações, visite:


    http://blogueirosquesabemcomentar.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  26. Que coisa mais maravilhosa lindo amigo"o reino da felicidade foi vivido" tomara todos podermos um dia dizer isso.
    Passei te desejando um fim de semana leve, suave, lindo, cheio de amor...desfruta dele!...
    Beijinho prateado com carinho
    SOL

    ResponderEliminar
  27. Olá Tudo bem?Este poema está divinal.
    Como sei que gostas do meu blog, decidí avisar-te que já tenho mais uma nova História no meu blog do Mitos urbanos.Passa por lá que esta, é empolgante.

    http://novos-mitos-urbanos.blogspot.com

    ResponderEliminar
  28. Porque uma boa noite de amor é fundamental e a felicidade indispensável à nossa vida, aqui o Zé tirou um merecido descanso e voltou agora, revigorado.
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar
  29. Oie meu amigo lindo! Tou voltando aos poucos e agradecendo o carinho e o apoio.
    Belo poema! A paixão nos inspira as mais doces palavras...
    Boa semana!
    Beijos

    ResponderEliminar