2012-01-30

Carreira dos reformados, aposentados, pensionistas

Neste país onde agora só existe Técnicos, Engenheiros e Doutores (onde muitos nunca o foram), com a liberdade que me é conferida, resolvi criar uma formatura e um título assim apresento:

Carreira dos reformados, aposentados, pensionistas

Definição: Trabalhador com isenção definitiva da efectividade do serviço e que recebe determinada remuneração.
No português actual: Aquele que trabalhou uma vinda inteira para receber uma pensão de miséria, (salvo políticos, administração de bancos e outras grandes empresas publicas o congéneres) e que no ano 2012 -2013, contra todo o que estava legalmente estabelecido e que nem no tempo da ditadura ou salazarismo lhe foi retirado parte da sua reforma i

Categoria - Graduação

- 1º Ano -Técnico Auxiliar do ócio: Ocupação agradável como de umas férias prolongadas se tratassem, aproveitando para tratar de assuntos outrora pendentes por falta de tempo.

- 2º Ano - Técnico do repouso: Ocupação desagradável, e instável relembrando tempos de trabalho, acrescidos de angustia e ansiedade. Aumenta o grau de dificuldades,

- 3º Ano - Técnico Adjunto de ócio e lazer :Sentindo uma certa revolta pela condição económica existente não poder ser melhorada, ainda tem resquícios de tempo de trabalhador activo, Começa a tentar habituar-se á situação presente

- 4 º Ano -Técnico de lazer : Começando a encarar a situação como facto consumado, aproveitando os bons momentos da vida , gradualmente vai-se habituando

- 5º Ano - Técnico superior do lazer : Desocupado, com uma certa nostalgia da profissão que exerceu, conformado com a situação encarada como inevitável, pensando só no seu bem-estar e dos que o rodeiam

- 6º Ano - Dr. em técnica de ócio, lazer e afins Formado na carreira de reformado, aposentado, pensionista em encara a vida tal como se lhe apresenta sem retrocesso, nem saudosismo

- 10º Ano - Prof. Dr. Aposentado: Na gestão da pouca reforma usufruída dos parcos rendimentos. Independente e desrespeitado pelos governantes, é um sobrevivente.

9 comentários:

  1. um sorriso amrgo.

    muito bem.

    abraço

    ResponderEliminar
  2. "amargo", está bem de ver...

    ResponderEliminar
  3. Se não fosse triste dava para sorrir. Amargamente, como diz o Herético.
    De qualquer modo, fico-me no 1º ano e dalil não saio...

    abraço.

    ResponderEliminar
  4. Sendo triste (e é...) não pude deixar de esboçar um sorriso pela tua capacidade de imaginação.
    Obrigada por tudo.Bj

    ResponderEliminar
  5. O amargo deriva das carradas de "doce" que só chega às excepções constantes da definição "no português actual".
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar
  6. Vou entrar no 5º ano da reforma, com uma grande revolta e um ódio enorme a este (des)governo...
    Abraço
    Compadre Alentejano

    ResponderEliminar
  7. Amargo, sim... mas verdadeiro. Meu abraço, boa semana!

    ResponderEliminar
  8. sem comentário, por desnecessário.

    Abraço

    ResponderEliminar
  9. E pelo caminho que a coisa tomou provavelmente será um curso para fechar...

    ResponderEliminar