2008-12-09

Guerreira lutadora

Recebi uma missiva que, me sensibilizou e resolvi de imediato fazer e dedicar este poema e uma flor a: “ Espaço Azul”



Foto do autor C Valente - Rosa com lágrimas


Grita bem alto todas as amarguras contidas
Grita a plenos pulmões frustrações vividas
Gritos gemidos das dores físicas sentidas
Derramadas as lágrimas, todo o sofrimento

De tanto chorar o rosto se foi fechando
No peito se apodera um cruel egoísmo
Luto contra a doença, este mal que corrói
Interroga-se inconscientemente é assim

Ano após ano e vão tantos de sofrimento
Crises de hidrocefalia, cancros crescentes
Entre comas e perdas de noção de tempo
Tanta enfermidade que é difícil descrever

Olha o semelhante com certa indiferença
Não a consola que existem casos piores
Nem inveja aqueles que são saudáveis
Guerreira, lutadora autentica sem falsidade

Diferentes estados de espírito se instalam
Conflitos entre amor, raiva, fé, solidariedade
Inveja, ternura, frieza, contentamento, aflição
Se questiona, tal pessoa cheia de humanidade

Na actualidade reclama-se contra a crise
Crise de solidariedade, financeira moral
Muitos com fome, sem trabalho sem lar
Outros que se preocupam com futilidades

Diferentes estados de espírito se instalam
Conflitos entre amor, raiva, fé, solidariedade
Inveja, ternura, frieza, contentamento, aflição
Se questiona, tal pessoa cheia de humanidade

Dias em que as forças fraquejam ou se perdem
Forte dose de tratamento e remédio se tomaram
Só resta o apoio daqueles que tantos nos ama
Renasce a vontade de viver que a acompanha

22 comentários:

  1. Podia dizer-te muitas palavras, sobre a dor, e seriam sempre de amor, que existe, em poucos, mas bons, mas, mais vale o silêncio e o calor de um abraço, que te mando.
    Eduardo

    ResponderEliminar
  2. Ao ler fiquei sem palavras...lutas minhas..lutas que travo!!!

    LINDO!!!


    Um beijo
    Margusta

    ResponderEliminar
  3. É mesmo amigo ...fica-se sem palavras,tanta sensibilidade e nada podemos fazer.Muito bom mesmo é conseguir por cá para fora tudo isso...e...sem palavras me fico...

    Beijinho prateado com carinho

    SOL

    ResponderEliminar
  4. Fantástica poesia...~

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Belas palavras!

    Saudações amistosas.

    ResponderEliminar
  6. Muito bonito amigo Valente..há que divulgar, de facto

    ResponderEliminar
  7. Caro amigo (a)
    Com o objectivo de desejar a todos os meus amigos e amigas os melhores e maiores festejos de passagem do Ano de 2008 e prometendo-lhes que pedirei por todos que o novo Ano de 2009 seja o melhor das vossas vidas, venho agora, e nesta data, começar a fazer o que me vai dentro do espírito: desejar-lhes o melhor. Começo agora, aparentemente sedo, mas quero ver se me é possível contactar com todos.
    Sem outro assunto e confiante em que os meus desejos venham a ser uma realidade, sou com toda a consideração estima:

    David Santos

    ResponderEliminar
  8. c valente,

    só para deixar um abraço como já conheces...

    ResponderEliminar
  9. Ao lêr palavras e formas de meu estar...Não fico indiferente!!!
    As lagrimas correm pelo meu coraçao não pelos meus olhos azuis..A minha alma está envolva em tanto torbilhão eu sei! Um estado...Assim o chamo! Estado presente ao qual saberei com toda a certeza dar a volta de que necessito para tirar de mim tamanho egoismo que sinto no peito!
    Quando ao resto meu "amigo"...Não sei se o vou conseguir tirar...MElhores dias se avisinham...assim o espero!!! Grata pela atitude,pela força,pela presença e por leres um pouco da minha alma...

    Mil beijos ao tom de azul...
    Vera Amaro

    ResponderEliminar
  10. Linda foto
    lindo poema
    beijos

    ResponderEliminar
  11. Linda poesia, meu amigo lindo! O amor e a dor, se tocam. Viver é lutar pra vencer uma batalha por dia.
    Boas festas! Beijos

    ResponderEliminar
  12. Amigo C Valente
    Estou de regresso ao convívio do amigos.
    DOR... sim eu também sei, e bem o que isso é.
    Não tenho mais palavras para comentar o que acabei de ler.
    Receba apenas um abraço desta amiga

    ResponderEliminar
  13. É uma excelente dedicatória em forma de poema.
    Gostei muito.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  14. "felizes daqueles que nunca perdem as suas forças"

    bom natal!

    ResponderEliminar
  15. Há sempre quem sofra, e dos males mais variados, resta-nos a capacidade de resistir e lutar por uma vida que pelo menos faça sentido e de que nos orgulhemos.
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar
  16. QUE TENHAMOS NESSE NATAL...

    _________________Paz
    _______________União
    ______________Alegrias
    _____________Esperança
    ____________Amor Sucesso
    ___________Realizações Luz
    __________Respeito harmonia
    _________Saúde solidariedade
    ________Felicidade Humildade
    _______Confraternização Pureza
    ______Amizade Sabedoria Perdão
    _____Igualdade Liberdade Boa sorte
    ____Sinceridade Estima Fraternidade
    ___Equilíbrio Dignidade Benevolência
    __Fé Bondade Paciência Brandura Força
    Tenacidade Prosperidade Reconhecimento
    _______________!!!!
    _______________!!!!
    _______________!!!!

    CARINHO DE RO!

    ResponderEliminar
  17. Vale a pena ter um amigo assim.
    Porque é nas horas difíceis e amargas que mais eles se reconhecem.
    Bem hajas!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  18. Valente,
    Como estamos em época de crise, e não há forma das coisas melhorarem, também eu me encontro em crise com uma enorme preguiça que se instalou em mim, e por isso só hoje consegui retribuir o prémio "Master Blog" que me atribuiste.
    Se quiseres passa pelo Atordoadas, para veres da forma que o fiz.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  19. abraço.

    gostei muito de ler.

    ResponderEliminar