2008-10-20

Provérbios - Ditos de A a G

Esta semana vamos iniciar com mais uns provérbios seleccionados (em conjuntos de três por letra) que se prolongará por mais 3 dias assim temos de A - G ; H - O ; P - Z e assim termina esta fase.


Os ditados velhos são evangelhos
Para lembrar, reflectir ou meditar
Aqui ficam alguns destes provérbios
Façam deles o que mais lhes agradar


A rico não devas a pobre não prometas
A cão mordido e homem abatido todos molham a sopa
A justiça tem sete mangas e cada manga sete manhas

Bem parece a guerra a quem está longe dela
Bem prega quem vive bem
Beleza sem bondade não vale nada

Caminho trilhado não cria erva
Cada um sabe o sapato que lhe aperta
Cem amigos é pouco, um inimigo é muito

De rico a soberbo não há palmo inteiro
De ruim homem e dissimulado, guarda-te dele como do diabo
Dinheiro emprestado parte a rir, volta a chorar

Em mesa redonda não á cabeceira
É bom ter amigos até no inferno
É melhor dizer “bem fiz eu” do que “se eu soubesse”

Faça-se o milagre, embora o faça o diabo
Falo em alhos, respondem-me em bugalhos
Foge de contas com parentes e de dívidas com ausentes

Gente baixa só tem olho no interesse
Gato que nunca comeu azeite, quando come se lambuza
Guarda-te do homem que não fala e do cão que não ladra

16 comentários:

  1. Em tempos entrei numa tasca, não me recordo onde, em que se viam azulejos, muitos azulejos, pendurados nas paredes, cada um com o seu provérbio ou dito popular.
    A sabedoria popular é muitas vezes desvalorizada, mas sobretudo porque é inconveniente para muita gente.
    Abraço do Zé

    ResponderEliminar
  2. Excelente iniciativa a tua. Assim podemos (re)lembrar provérbios que ouvimos há anos, tantas vezes pela boca dos avós...

    Obrigada.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Homem não falador e cão que não ladra, há que de facto ter atenção...verdadinha

    Boa semanada

    ResponderEliminar
  4. Gosto de ler sabedoria popular ;)

    ResponderEliminar
  5. Costumo usar mais os provérbios alterados, do género, "Depois da tempestade... vem a gripe" e afins! :D
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  6. Pois é lindinho, belos provérbios! E quem não vive para servir, não serve para viver...
    Boa semana! Beijos

    ResponderEliminar
  7. Bela recolha, que faz bem recordar.
    Cumps

    ResponderEliminar
  8. Olá querido Amigo C Valente, bela iniciativa, é tão bom voltarmos a ler aquilo que com o tempo esquecemos... Amigo agradeço a sua Postagem... Beijinhos de carinho e amizade,
    Fernandinha

    ResponderEliminar
  9. Alguns não conhecia.
    Tiveste uma boa ideia com a recolha e publicação de ditados.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Hoje estreio-me aqui e com muito gosto.
    Excelente ocasião quando o dia é de provérbios.
    A nossa geração foi criada com eles e, até hoje, podemos constatar as grandes verdades da sabedoria popular.
    Posso escolher dois?
    "Cem amigos é pouco,
    um inimigo é muito".
    E
    "Guarda-te do homem que não fala e do cão que não ladra".

    Abraço e obrigada pela visita.

    ResponderEliminar
  11. Bom trabalho de recolha. Adoro estas coisas. Os provérbios, são o repositório da sabedoria popular. Que, a despeito de ser popular, nunca falha.
    Abraço.
    Ah!... estimado amigo, aproveito para lhe dizer que vá, s.f.f., ao meu blogue, pois tem lá...uma surpresa!
    Abraço.
    EA

    ResponderEliminar
  12. Olá Amigo

    Gosto de provérbios, os antigos dizem muitas verdades...

    Falo de cinema, desta vez cinema francês, andei uns tempos arredada das salas de cinema, mas espero voltar às minhas sessões semanais.

    Fui ao «Porto» de visita e fiz dois posts sobre a viagem, num deles mostro imagens do Outono no Porto.
    Quer vir espreitar?

    Beijinhos.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  13. Provérbios... Existem alguns que realmente guardam grande sabedoria!

    Sempre me pergunto, de onde vieram...

    Beijos de luz e o meu carinho!!!

    ResponderEliminar
  14. Gosto muito de provérbios. Encerram verdade. Beijos.

    ResponderEliminar