2011-08-20

Criticas & tal 9

Cidadão consciente, está vigilância e cada vez mais exigente

Rir ou chorar

Numa entrevista do ministro Paulo Macedo á visão diz, afirma “ Não tinha, nem tenho, qualquer ambição politica” o que nos leva àquela frase muito conhecida “ agarrem-me se não eu mato”, pelo que o que o ilustre ministro afirma só poderá ser uma anedota, infelizmente não dá para rir.

Desemprego, um flagelo

Calcula-se em mais de 900 mil desempregados existente no final deste ano. No próximo 2012. e como já não se espera grandes iniciativas para estancamento para esta situação nem outras para a economia portuguesa , a única preocupação ou desculpa é a TROIKA,

Se a estes 900 mil desempregados juntarmos os seus familiares directos, o número de pessoas em situações problemáticas terá triplicado. Assim não vamos a lado nenhum.

Povo vigilante

Por esse mundo fora, cada os políticos são cada vez mais julgados pela opinião pública, pela sua capacidade de governação e atitude. Infelizmente ainda á muitos políticos que não terem consciência disso, e continuam a actuar como o poder fosse um feudo seu.

O povo está cada vez mais a alerta, por isso temos verificado as ondas de revolta, Claro que á sempre quem se aproveite deste descontentamento para praticar acções que nada numa com reivindicações politicas, casos em Londres.

2 comentários:

  1. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog do São. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    Abraços

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. °º✿
    º° ✿
    ✿♥ ° ·.
    Olá, amigo!
    O povo ainda é a chave do cofre... chama-se voto...
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Brasil°º✿
    º° ✿
    ✿♥ ° ·.
    ° ·.

    ResponderEliminar